(inactivo) origem

PORTO PELO PORTO surgiu de um convite no Município para apresentação de uma proposta de imagem para a Cidade. Foi, para este fim, constituída uma equipa multi-disciplinar de profissionais do Design, da Comunicação e da Investigação.

Por entre tertúlias e expedições, escrevinhar e fotografar, vasculhar e compor, chegou-se a uma proposta: a imagem do Porto é múltipla e continuamente construída e composta a partir de registos fotográficos da palavra “Porto” no tecido da cidade.
E estes registos e composições serão congregados continuamente, a partir de contribuições de todos, habitante e visitantes, que o queriam fazer.

A proposta não mereceu os bons ventos municipais. Quem sabe se porque se enraíza numa forte convicção de base: o Porto não tem de se reinventar segundo parâmetros ditados exteriormente nem léxicos transitórios, aliás sairia sempre diminuído nessa ambição. Tem sim de se observar e valorizar, de permitir que a percepção generalizada do seu quotidiano seja a melhor das pedagogias visuais e identitárias. Aos exercícios de cosmética contrapomos o apuro dos sentidos.

Poderíamos ter equacionado este resultado como uma fatalidade; mas mantemos a subscrição deste modo de criar a identidade da cidade, e temos a convicção – a certeza – de que ela se manterá permanentemente válida e fiel à realidade urbana, estética, ideológica e contextualmente.

Ou seja: PORTO PELO PORTO é investigação, património, conhecimento, ferramenta de cidadania.

Bem vindos, já fazem parte.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s